quarta-feira, 8 de abril de 2009

Vai entender...

Parecia tão sincero, tão bom, tão normal e diferente ao mesmo tempo, tão apaixonante. E agora, depois de um certo tempo você se da conta de que foi tudo tão, tãão.. estranho, tudo tão irreal. Não que coisas irreais as vezes não façam bem, mas ali, naquelas situações, naquela relação, precisavamos de certezas, certezas estas que nunca tivemos e talvez nunca teremos.

Um comentário:

Jessica disse...

Que seja eterno enquanto dure!

O que nós esperamos lembrar depois, são só as coisas boas que aconteceram. Mas tem vezes que é foda. seila.


s2